imagem de Tom Hussey para o laboratório Novartis

Proteína que espalha Mal de Alzheimer é descoberta

Duas pesquisas distintas, nas Universidades de Harvard e de Colúmbia, descobriram recentemente que o Mal de Alzheimer se espalha pelo cérebro através de uma proteína chamada de tau. Essa achado traz implicações imediatas em tratamentos, apontando para algumas saídas, retardamentos e até cura da doença. Saiba mais detalhadamente como a pesquisa foi realizada.

No final do ano passado, publicamos a notícia de que, na Universidade de Toronto, pacientes portadores do Alzheimer tiveram o mal revertido, não apenas estagnado. O tratamento consistia na aplicação de pulsos elétricos nos cérebros dos pacientes. Depois de mais de um ano, alguns portadores da doença tiveram um aumento no espaço que é destinado à memória – logo, revertendo em alguma medida o Mal de Alzheimer.

imagem de Tom Hussey para o laboratório Novartis

Comente!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s