Dana White

Dana calado é um poeta

Parafraseio o ex-jogador (e ex-bad boy), atualmente deputado federal e eterno baixinho Romário – quando se referiu a uma das várias bobagens que Pelé fala – para mencionar mais uma besteira expressa pelo presidente do UFC, Dana White. Há algum tempo, parece que os atletas de MMA (em especial do UFC) – encorajados pelo manager Dana – se voltam não apenas à divulgação do seu esporte, mas à depreciação dos outros. Já escrevi, por exemplo, sobre o papel dos jornalistas na briga entre box e MMA.

Entendo quando alguém não gosta de MMA, como também compreendo quando não se tem prazer de ver futebol, vôlei, hipismo, ginástica, tênis etc. Cada esporte tem sua especificidade, uma característica peculiar que vai atrair determinado público. Obviamente, uns são mais populares do que outros – o que não faz dele melhor ou pior.

José Aldo e a bandeira do Flamengo segurada por Dana White no momento da pesagem

A inadequação reside na maneira como o UFC quer se promover; promoção, aliás, que é especialidade de Dana White – possivelmente, o melhor vendedor de lutas da atualidade. Ao invés de explicitar os pontos fortes do esporte, o que o distingue dos outros, o manda-chuva do campeonato (seguido por seus “gladiadores do 3º milênio“) prefere atacar as outras modalidades esportivas – que são rivais midiaticamente e economicamente, mas não per si. Depois do boxe, o futebol parece o alvo, nem a utilização dos estádios deste esporte pelo UFC e o patrocínio dos seus atletas pelos times de futebol (Flamengo com José Aldo, Corinthians com Anderson Silva – os adversários dos dois até levantaram camisa e bandeira dos clubes rivais – e Internacional com Minotouro são alguns exemplos) contêm as opiniões de White.

Recentemente, Dana afirmou que o futebol é o esporte no qual se precisa de menos talento, pois até uma criança de três anos joga futebol (o exemplo foi no mínimo estapafúrdio). Infelizmente, isso acontece em todas as instâncias. Toda vez que se concentra mais no outro do que em si. MMA é um esporte que cresce no mundo inteiro, já tem o interesse de um público cativo, então, para que ficar se comparando e tentando menosprezar os outros? Óbvio que o crescimento midiático e publicitário do MMA (especialmente o UFC) não o credencia como o melhor esporte, mas esses dois aspectos guiam a disputas. O problema reside no fato de que o atletas e gestores do UFC parecem não enxergar os méritos do seu esporte, pois sempre tentam diminuir o outro, em vez de enaltecer o seu.

Dana WhiteA opinião de Dana White foi comentada pelo jornalista da ESPN Mauro Cezar Pereira. O texto é curto, vale uma lida.

Comente!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s