Perda de memória

Após os 45 anos, a memória não é mais a mesma

O raciocínio fica mais lento a partir dos 45 anos, quando as funções cerebrais começam a se deteriorar, afirma estudo da University College de Londres (UCL). A pesquisa, que durou dez anos, contradiz os antigos resultados de que o declínio cognitivo iniciava somente aos 60 anos. Antes de completar meia década, os funcionários públicos britânicos (alvos da pesquisa) perdem até 4% de seu raciocínio normal.

A pesquisa avaliou não apenas a memória, mas também as capacidades cognitivas auditivas e visuais de percepção e de compreensão e o vocabulário – tendo este último fator demonstrado declínio só a partir da terceira idade. A conclusão dos cientistas é de que a “demência” é um processo lento, que se alonga por várias décadas. Os jovens de hoje, para os pesquisadores, tendem a desenvolver mais problemas cerebrais, graças aos hábitos e aos estilos de vida atuais, como o uso excessivo do fumo e o baixo nível de exercícios físicos. De fato, a “geração saúde” (se existe e de que maneira) é desconsiderada aqui.

Perda de memória

Fonte: Estadão

Comente!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s