Não esquecer

Pacientes sofrem com memória infalível

Lembrar tudoOs problemas relacionados à memória são sempre enfatizados pelo esquecimento constante e excessivo, o Mal de Alzheimer é bastante conhecido, com pesquisas buscando reverter ou ao menos estacionar a doença. A perda de memória (recente) já foi tratada em filmes como Amnésia e Como se fosse a primeira vez. Mas a realidade pode ser até mais estranha que a ficção, como o que acontece com os portadores da síndrome da Memória Autobiográfica Altamente Superior (HSAM, em inglês).

A HSAM faz com que o portador não apague praticamente nenhum fato que ocorreu em sua vida. Se um cidadão comum grava as lembranças mais relevantes, esquecendo-se daquelas que não possuem nada de extraordinário, o indivíduo com essa síndrome rara recorda até do que almoçou anos atrás. Nem os fatos cotidianos desaparecem. As lembranças dolorosas também não somem, por isso, não é recomendado que essas pessoas participem de guerras.

Na ficção, essa condição já havia sido retratada, por exemplo, no conto Funes, o Memorioso, do argentino Jorge Luis Borges. Hoje em dia, aproximadamente apenas 30 pessoas são diagnosticadas com a HSAM. Em 2005, James McGaugh realizou a primeira publicação acadêmica sobre a síndrome em um paciente. Para conhecer os portadores, os médicos e os cientistas avaliam seus pacientes os questionando sobre ocorrências dos últimos 20 anos.

Não esquecerO Terra contou a história de Robert Petrella, produtor de documentários do History Channel e do Discovery Channel que possui HSAM.

Comente!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s